14 de março de 2018

Morre aos 61 anos delegado Jorginho, vítima de infarto em Teresina

O secretário estadual de segurança Pública, Fábio Abreu, confirmou que o delegado de Polícia Civil Carlos Jorge Moura de Queiroz, mais conhecido como ‘Delegado Jorginho’, de 61 anos, morreu vítima de infarto na manhã desta quarta-feira (14/03), no seu apartamento, bairro Noivos, na zona Leste de Teresina.

Ele informou ainda que apesar de ser causa natural, o corpo de Jorginho deverá ser encaminhado para o Instituto de Medicinal Legal para exame cadavérico. O delegado ganhou destaque em Teresina após investigar a morte do apresentador Donizette Adalto dos Santos, em 1997, junto com um grupo de jornalistas.

Segundo Fábio Abreu, o delegado Jorginho estava trabalhando no 2º distrito policial de Teresina, no bairro Primavera. “Jorginho era um delegado não só importante para a Polícia Civil, como para toda a sociedade piauiense, com grandes qualidades, lamentamos a perda desse grande homem da Polícia Civil e também da sociedade piauiense”, declarou o secretário Fábio Abreu.

Jorginho era conhecido também por fazer tiradas bem humoradas sobre o trabalho da polícia e dos bandidos e depois foi transformado em personagens de alguns humoristas, como Airton Oliveira, da Rede Meio Norte, que interpreta o delegado fofinho.

Delegado Jorginho (Crédito: Arquivo/MN)
Delegado Jorginho (Crédito: Arquivo/MN)

Fonte: www.meionorte.com

RELEMBRE AS ENTREVISTAS DO DELEGADO CONCEDIDAS PARA REDE MEIO NORTE:

Comentários

comentários